Uma noite curta

Ele tinha fumado um baseado e tomado algumas cervejas com a intenção de perder a consciência por algumas horas, mas ainda precisava editar um último texto. Foi quando ela encostou, abriu um novo arquivo e começou a bater delicadamente nas teclas. “Eu vou escrever aqui tudo que vc deve fazer agora”. Ricardo interrompeu para dar um “OK”. Melhor obedecer essa doida.

Possuídos, os dois começaram a se mover. O que se passou ali não interessa ninguém. Segredo. Fora do mundo. Em suma, explodiram.

Na ânsia de cobri-la de beijos, jogou o edredom na sombra fugitiva e fiel dele mesmo. E foi com a triste impressão de que as coisas penetravam novamente na realidade, que Ricardo caiu exausto. Dormiu dez horas e acordou feliz.

[ fim]

Publicado por

cacaucb

escritora e jornalista

Um comentário sobre “Uma noite curta”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s